domingo, 1 de maio de 2011

Um testemunho muito especial...Daisy no paraíso familiar...


Nada como as palavras da Daisy...
"Olá a todos!
Aqui estão algumas fotos minhas para verem como eu estou linda e glamorosa! Sou muito mimada e às vezes até sou mazinha... lá me repreendem, mas eu acabo sempre por voltar a fazer o mesmo! Gosto de ter as atenções todas centradas em mim! Afinal, pelo que dizem aqui, eu sou a graça da casa!
Fui adoptada por 2  meninas que me foram buscar no passado mês de Maio de 2010. Tinha cerca de 2 meses, isto quer dizer que fiz o meu primeiro aniversário há pouco tempo!
Lembro-me que estava muito tímida nesse dia! Os meus irmãos foram todos lá para fora ver quem nos vinha visitar, mas eu fiquei escondida lá dentro! A Dona Jesus já tinha falado de uma "branquinha" que era muito engraçada e era a única branca de uma ninhada em que eram todos pretos, mas era muito medrosa!
Ora bem.. essa era eu! Foi então que 2 meninas entraram no barracão e disseram "ohhh que gira" e pegaram-me ao colo! Eu tremia muito, pois não sabia o que se passava! E não é que o facto de me ter escondido as cativou?
Dei por mim a sair do abrigo num dia de chuva em que estas duas meninas passaram muito para me encontrar! Estou a viver com uma delas, mas tenho visitas permanentes da outra! Tenho um gato cá em casa que, por mais que tente fazer amizade com ele, ele não me liga!... Gosto muito do avô porque me dá comida às escondidas da minha dona.. Para onde ele vai eu vou.. Nunca se sabe onde pode haver comida!...
Estou sempre cheia de fome e estes olhinhos de anjo conseguem enganar muita gente que me dá bolachinhas e bocadinhos de pão!!
 A Dona, a Sara, não gosta, mas a maioria das vezes ela nem sabe!...

Só comecei a ir à rua com 4 meses porque tive um problema de parasitas novamente ( já tinha tido quando estava no abrigo) e as vacinas tiveram de ser adiadas! Adorei ser a coitadinha! Toda a gente andava à minha volta...
Quando comecei a ir à rua foi estranho... muitos barulhos... muito movimento! Motas, carros , pessoas, CÃES! Eu tinha medo dos cães! AGORA?... quem me viu e quem me vê! Tenho muitos amigos que me vão logo cumprimentar quando vou à rua! Farto-me de ouvir as/os donas/donos deles a dizer "A Daisy é tão gira!
 É tão bonita!" ...

Será que as pessoas pensam mesmo que têm de dizer isso?Eu sei que sou gira! Só me deixam mais vaidosa ainda! Enfim.. gosto muito desta casa!
Como pode acontecer a todos, tão novinha e já sofri um desgosto..  A avó faleceu há pouco tempo e ela é que tratava quase sempre de mim .. Dava-me o comer, brincava comigo, ralhava se me repreendessem.... Eu gostava muito dela e senti muito a perda! Assisti a tudo e alarmei o prédio todo porque reparei que algo não estava bem.. Não larguei a avó até ao último suspiro.. mas o INEM teve de me fechar na sala! Depois disso eu não comia e não brincava.. Passava os dias deitada... Sei que já estavam a ficar preocupados comigo e por isso estou a voltar a ser a Daisy brincalhona que era.. Até porque ouvi o avô a dizer "Os animais fazem muita companhia nestas situações.. Ela é uma benção!". E, tal como ele me alegra, eu quero alegrá-lo! Agora nunca o largo.. E não é só pela comida !!! Gosto muito dele !!!"

Mas a família também tem algo muito importante a dizer:
"Agora sou eu, dona da Daisy, que digo... os animais não têm sentimentos?
Definitivamente um animal pode ser o melhor amigo do Homem e sofre uma perda tal como qualquer um de nós sofre. Talvez ainda mais...
Como é possível um animal entrar em desespero quando sente que a dona se está a sentir mal?
Irracionais? Só quem os abandona e maltrata!
Um animal faz parte da familia, é parte do agregado e não é uma opção. Uma vez que o adoptamos, é para o resto da vida. Temos de ser conscientes!"

Dona Sara, Dona Inês, Avô Jorge e Daisy

2 comentários:

Mena Santos disse...

Pois é, irracionais são os homens! Parabéns à Daisy por ser inteligente.E parabéns aos donos por a estimarem muito.

karura disse...

Tão linda!! Vou partilhar no Facebook. Beijinhos